Facebook testa recurso que rastreia movimentos do mouse

Facebook testa recurso que rastreia movimentos do mouse

Tecnologia detectaria tempo de cursor em certa área da tela, segundo WSJ. Para diretor do Facebook, recurso ajuda na efetividade de anúncios.

O Facebook está testando uma tecnologia que permite rastrear a presença dos usuários na rede social e até coletar informações sobre movimentos do mouse durante a navegação. A informação é do jornal Wall Street Journal.

De acordo com a reportagem, o recurso permitiria detectar quanto tempo o cursor fica sobre uma determinada parte do site, ou se o feed de notícias de um usuário está visível em um dado momento na tela do seu dispositivo móvel.

Diretor de análises do Facebook, Ken Rudin diz ao WSJ que as informações obtidas dessa forma podem ajudar no desenvolvimento de produtos e aumentar a efetividade dos anúncios no site. Rudin afirma que o Facebook irá saber dentro de alguns meses se faz sentido incorporar a coleção de informações à sua base de análises.

A matéria do WSJ lembra ainda que o Facebook não é o primeiro a usar esse tipo de tecnologia. O banco de imagens digitais Shutterstock acompanha tudo que os seus usuários fazem no site e é capaz de identificar por quanto tempo um cursor do mouse fica sobre uma foto antes de ela ser comprada.

Balanço fiscal

Na quarta-feira (30), o Facebook anunciou que lucrou US$ 425 milhões no terceiro trimestre de 2013. No mesmo período de 2012, a rede social havia registrado prejuízo de US$ 59 milhões.

No mesmo período, a criação de Mark Zuckerberg atingiu a marca de 1,2 bilhão de usuários, um aumento de 18% sobre a base de membros do mesmo período de 2012.

Fonte: G1