Facebook vence ação sobre patente dos botões "curtir" e "compartilhar"

Empresa holandesa diz que tecnologias foram registradas por criador da plataforma Surfbook

O Facebook venceu um processo em que era acusado de ter desrepeitado patentes de um programador holandês que lançou, há cerca de dez anos, o site Surfbook.

A Rembrandt Social Media alegava que o programador Joannes an Der Meer ? já morto ? desenvolveu e patenteou os métodos de um diário pessoal baseado na web antes de o Facebook ser lançado, em 2003. Mas o site de Van Der Meer"s, o Surfbook, nunca deslanchou.

O Facebook afirma que as patentes não deveriam ter sido concedidas ao programador holandês, em parte porque elas descreviam métodos que eram óbvios para pessoas do mercado.

Casos de desrepeito de patente dificilmente vão a juri, e o Facebook lutou para evitar que isso acontecesse no caso do Surfbook. Especialistas dizem que a decisão dos jurados nessas situações são imprevisíveis.

Na última sexta-feira (13), um juri deu veredito a favor do Facebook num julgamento que levou uma semana, na Corte do Distrito de Alexandria, em Virgínia.

Fonte: IG