Feira de tecnologia divulga novos usos para o popular smartphone

Feira de tecnologia divulga novos usos para o popular smartphone

Novos usos dos smartphones para comandar a distância tarefas do cotidiano foram destaque da edição 2013 da CES.

Mais do que um computador portátil, os smartphones estão transformando-se no "controle remoto" da vida, indicam as últimas inovações divulgadas nos EUA.

Novos usos dos smartphones para comandar a distância tarefas do cotidiano foram destaque da edição 2013 da CES (Consumer Electronics Show), feira internacional de tecnologia, encerrada na última sexta em Las Vegas.

Entre as possibilidades divulgadas, estão usar o celular para acender a luz, ligar o carro ou monitorar a casa. Ou até mesmo utilizá-lo para monitorar o sono, medir o nível de glicemia no sangue e controlar a pressão arterial.

Tais tarefas são viabilizadas por meio de aplicativos para smartphones que trabalham conjuntamente com acessórios com sensores embutidos ou com conexão wireless (sem fio) com internet.

"Cada vez mais os consumidores têm um smartphone para monitorar o que fazem na internet. Por que não oferecer essa capacidade de monitorar a vida por controle remoto?", disse Ross Rubin, analista da Reticle Research.

Bill Scheffler, diretor de desenvolvimento de negócios de um consórcio de companhias que fabricam "aparelhos conectados", compara o momento atual àquele em que fabricantes de TV começaram a lançar os primeiros controles remotos para televisores, há cerca de 50 anos.

"As pessoas costumavam dizer "por que vou querer um controle remoto para a TV se posso levantar e mudar de canal?"", lembra. "É só o progresso", diz Scheffler, garantindo que AT&T, Black & Decker and Honeywell já têm aplicativos para venda desses "produtos conectados".

A operadora de celular AT&T anunciou que em março começará a vender o sistema de segurança sem fio "Digital Life", que permitirá monitorar câmeras e alarmes de casa por meio do smartphone. Se um assaltante entra na casa vazia, sensores da residência enviariam ao smartphone do usuário um aviso, como mensagem de texto.

Na linha de saúde pessoal, um dos destaques foi uma pulseira wireless sincronizada com aplicativo do celular capaz de contar os passos da pessoa durante o dia ou detalhar o padrão de sono.

Fonte: Folha