SETI vai criar jogos que visam incentivar busca por vida inteligente

Os desenvolvedores terão acesso a dados de mais de 70 projetos do SETI

O SETI, resultado de um esforço conjunto de um grupo de dez cientistas, é uma comunidade de entusiastas de todo o planeta que vem vasculhando os céus em busca de vida inteligente no Cosmos. Como parte desses cientestas está o físico John C. Lilly, o astrofísico Su-Shu Huang, o químico Melvin Ellis Calvin, o inventor Barney Oliver, o rádio astrônomo Otto Struve, além do maior divulgador da comunidade, Carl Sagan.

Desde então ele tem empregado o esforço científico para buscar sinais de que não estamos sozinho no universo, o que já rendeu casos pra lá de interessantes.


Só que o SETI não é mais financiado pelo governo dos Estados Unidos desde 1995, e precisa da colaboração de empresas e indivíduos não só visando investimentos, mas também para analisar a quantidade cavalar de dados que coleta. Nisso entra a possibilidade de fornecer esses dados para desenvolvedores de games, a fim que eles criem títulos focados na busca por sinais de vida inteligente. A “Game Jam” anunciada pelo SETI se focará em títulos que façam uso da Equação de Drake, que estima qual a quantidade de civilizações inteligentes e com capacidades de comunicação avançadas o suficiente para que nós possamos detectar sua presença.

Só que a jam não se limitará a isso. Os desenvolvedores terão acesso a dados de mais de 70 projetos do SETI, como pesquisa de asteroides, detecção de exoplanetas, previsão de terremotos, mudanças climáticas, nascimento de estrelas, etc. Tudo em prol de criar games próximos ao que o projeto vem realizando e para incentivar e cativar futuros novos cientistas.

A SETI Jam será realizada entre os dias 17 e 19 de outubro na sede do instituto em Mountain View. Aos desenvolvedores interessados será possível realizar sua inscrição aqui a partir do dia 29 de setembro.

Fonte: Meio Bit