Para criar fases de jogos, Sony libera ferramenta com código-fonte aberto para ajudar gamemaníacos

O software foi criado à partir do Authoring Tools Framework

Para quem não acreditava que um dia poderia saber que a Sony estaria oferecendo um produto com código-fonte aberto, é fácil compreender o porquê da afirmação em razão de uma política linha dura de capitalismo existente até hoje. Portanto, vale lembrar alguns detalhes:


As versões customizadas do Android que a empresa enfia nos Xperia™, estão disponíveis em todos seus builds.

Ela tem, em seu GitHub, ferramentas abertas como implementação WebGL, Apk Analysers, AOSP do Xperia™, códigos de interfaces de usuário experimentais focadas em games, um ATF (Authoring Tools Framework) feito em C# e outras traquitanas digitais bem interessantes.

Lembro também do ImageWorks, software com diversos recursos open-source de criação de efeitos visuais, usado em filmes como Guardiões da Galáxia, O espetacular Homem Aranha, Capitão América, entre outros.

E agora, meus amigos, chegou a vez dos game developers serem agraciados pela gigante japonesa.

Isso por que a Sony anunciou o lançamento do Level Editor, um programa de código aberto que permite que você, em sua casa, possa criar mapas, fases completas e campanhas para games.

Este software foi criado à partir do Authoring Tools Framework citado acima, em C#, usando DirectX 11 para renderizar ambientes em 3D.

O programa tem uma interface WYSIWYG (o que você vê é o que você pode usar) e o usuário pode aplicar objetos, editar propriedades, terrenos para praticamente qualquer uma das grandes Game Engines existentes no mercado.


Fantástico, né? Pois é, mas como estamos falando de algo aberto assim, nem tudo são rosas. A instalação do Level Editor não é na base do Next-Next-Finish.

Para fazê-lo funcionar, você precisa baixar o código do repositório, e possuir uma série de pré-requisitos não tão populares:

    Sistema Operacional: Microsoft Windows 7, 32-bit ou 64-bit (SP1 ou superior, quando e se for lançado)
    Microsoft .Net com framework 4.0 (ou superior)
    DirectX SDK especificamente de junho de 2010. Download aqui.
    Se você tiver o Platform Update do Windows 7 instalado, será necessário seguir os passos descritos neste artigo do Microsoft Knowledgebase.

Resumindo aqui o artigo, é preciso usar o Windows 8 SDK, no Visual Studio 2012 (ou superior), ou o Remote Tools também do Visual Studio 2012, tanto x86 quanto x64.

 

A parte irônica de tudo isso é que, pra rodar um software muito legal da Sony, Open-Source, você precisa possuir todos esses softwares proprietários da Microsoft.

Ainda assim, eu acho muito legal ver uma iniciativa como essa e, pra quem conseguir fazer o Level Editor funcionar, será possível colocar as mãos em uma plataforma que foi usada para construir as fases e sequências de cena de produtinhos singelos.

Coisa boba… tipo Last of Us da Naughty Dog ou Killzone da Guerrilla Games.

O negócio é fantástico. Dá pra usar editar tudo no cenário, alterar as definições dos objetos, a lógica por trás de suas ações e até um iPad para controlar os volumes dos diversos canais de som do jogo. Pra conhecer mais sobre o ATF, assista o vídeo abaixo:

Clique aqui e curta a página do meionorte.com no facebook

 

Fonte: Meio Bit