Gerador usa força da pedalada para carregar celular

Sistema funciona sem a necessidade de ficar trocando ou recarregando pilhas e baterias

Que tal usar a energia da pedalada para carregar o celular? Essa e outras funcionalidades são as propostas do es.charger, um carregador USB e kit de iluminação LED que promete tornar a vida dos ciclistas mais segura e prática.


O sistema visa aproveitar a força da pedalada para transformá-la em energia limpa e sustentável e conta com uma campanha de financiamento coletivo para viabilizar essa produção.

Com o movimento das pedaladas, o dispositivo proporciona energia para manter as luzes de faróis e lanternas acesas mesmo quando a bicicleta está parada, além de carregar celular e GPS utilizando a mesma tecnologia.

Tudo isso, sem a necessidade de ficar trocando ou recarregando pilhas e baterias, o que facilita a vida dos ciclistas.

O produto é idealizado pela Energy Spin, empresa de tecnologia e de soluções voltadas para gerar energia limpa e renovável, que por meio do financiamento coletivo na plataforma Kickante, pretende arrecadar fundos para a produção e lançamento em escala.

O primeiro lote sairá por R$150,00 e terá 30 unidades disponíveis. Outro lote sairá por R$180,00 com 50 dispositivos disponíveis para pré-venda. O último sai por R$200,00. Segundo Lucas Lamas, CEO da Energy Spin, o produto vem para revolucionar a vida daqueles que utilizam bicicletas como meio de locomoção. 

“O Brasil é um dos maiores produtores de bicicletas do mundo e temos observado um aumento muito grande do uso das bicicletas como meio de transporte. Esses ciclistas precisarão equipar suas bicicletas, para ter uma pedalada mais segura e confortável e o es.charger vem para suprir essa necessidade,enquanto gera energia limpa”, comenta.

Produção em escala

A campanha lançada no site da Kickante no dia 9 de março tem como objetivo arrecadar R$ 180.000,00 para a produção do dispositivo em escala. Durante 60 dias, os interessados poderão contribuir com o projeto e também adquirir o produto com preço promocional.

Fonte: TERRA