Girassóis são testados para conter radioatividade no Japão

Cientistas medem radiação no lugar para conferir se método é eficiente

Cientistas japoneses estão tentando conter o avanço da radiação em Fukushima, palco do desastre nuclear após terremoto em março de 2011, utilizando milhares de girassóis.

As sementes foram plantadas no templo budista Joenji. A ação foi coordenada pelo grupo "Make a Wish Upon a Flower" ("faça um pedido para flores", em tradução livre), liderado pelo monge Koyu Abu.

A mesma tática já foi utilizada em 1986, quando um acidente nuclear grave ocorreu em Chernobyl e as flores foram plantadas em regiões próximas à usina local para extrair o césio radioativo presente em lagoas vizinhas. Agora, os pesquisadores japoneses querem fazem testes para ver se o método é mesmo eficiente.



Fonte: G1