Google e Microsoft planejam recurso que "para" telefone em caso de roubo

Recurso já adotado pela Apple permite "inutilizar" o smartphone remotamente em caso de roubo

Google e Microsoft planejam lançar uma funcionalidade antirroubo de smartphones em seus sistemas operacionais -- Android e Windows Phone, respectivamente. O anúncio faz parte de um acordo das companhias de tecnologia com órgãos policiais. As informações são da agência de notícias AFP.

A informação de que as empresas estão para lançar tal recurso faz parte do relatório "Secure Our Smartphones" (Proteja nossos smartphones, em tradução livre), feito em conjunto por autoridades norte-americanas e britânicas.

"O compromisso do Google e da Microsoft representa um grande passo para a segurança dos consumidores e as estatísticas liberadas ilustram o quão efetivo é esse recurso antirroubo", disse Eric Schneiderman, procurador-geral de Nova York, um dos responsáveis pelo relatório.

No ano passado, a Apple anunciou o sistema iOS 7 e um dos novos recursos permite que o usuário inutilize seu aparelho pela internet, caso ele seja roubado.

O relatório concluiu que a adoção da funcionalidade em dispositivos Apple ajudou a reduzir em quase 20% o roubo de dispositivos da marca nos primeiros cinco meses do ano, comparado com o mesmo período de 2013. Enquanto isso, houve aumento de 51% no roubo de dispositivos Samsung, que não contam com o recurso que permite "matar" o celular remotamente.

Dado o constante roubo de dispositivos Apple, a polícia norte-americana chegou até a cunhar o termo Apple picking.

"Nós podemos fazer com que a epidemia de roubo de smartphones seja algo do passado, e esses números provam isso", afirmou George Gascón, procurador-geral do distrito de San Francisco, em Los Angeles (Estados Unidos).

Fonte: UOL