Google lança hoje aplicativo de mapas gratuito para o iPhone

O app chega quase três meses depois de a Apple ter substituído os mapas de seu sistema iOS

O Google lança nesta quinta-feira (13) seu aplicativo gratuito de mapas para o iPhone, que inclui navegação GPS curva a curva com orientação por voz.

O app chega quase três meses depois de a Apple ter substituído os mapas de seu sistema iOS, fornecidos pelo Google desde o lançamento do iPhone, em 2007, por uma solução própria, que tem sido alvo de críticas de usuários por causa de erros de informação e imagens distorcidas.



O deslize da Apple dá ao Google a oportunidade de voltar a coletar informações valiosas dos milhões de usuários de iOS.

Além de contar com dados mais completos e precisos do que os da Apple, o novo Google Maps para iPhone oferece como vantagem rotas de transporte público --no programa da Apple, é preciso recorrer a aplicativos de terceiros para obter informações sobre metrô e ônibus.

O Street View (vista da rua), que permite fazer passeios virtuais em cidades por meio de fotografias panorâmicas, também está presente no novo app para iPhone.

É a primeira vez que o Google fornece navegação GPS curva a curva com orientação por voz no iOS. Disponível desde 2009 no Android, sistema móvel do Google, o recurso nunca foi implementado no iOS no período em que o Google forneceu mapas para a Apple.

Enquanto o Google Maps para Android evoluía rapidamente, a versão para iOS ficou praticamente estagnada entre 2007 e 2012.

O aplicativo de mapas da Apple oferece navegação GPS curva a curva, mas não no Brasil --o Google disponibiliza o recurso no país.

Assim como no Android, usuários que fizerem login com sua conta do Google no novo app para iPhone poderão consultar seu histórico de buscas feitas tanto em dispositivos móveis quanto em computadores tradicionais.

Nesta primeira versão, não estarão disponíveis algumas funções presentes no aplicativo para Android, como acesso off-line, rotas de bicicleta e mapas internos de estabelecimentos.

Segundo o diretor do Google Maps para dispositivos móveis, Daniel Graf, porém, o novo app para iPhone, contempla mais de 90% dos tipos de uso mais comuns observados pelo Google.

"Não há decisão estratégica de deixar recursos de fora do iPhone em prol do Android. Nosso objetivo é oferecer a melhor experiência em todas as principais plataformas", diz Graf, que demonstrou o novo aplicativo.

"Nós focamos os principais tipos de uso porque queríamos lançar o app o mais rápido possível, obviamente. Acho que acertamos em cheio nisso, mas é claro que, ao longo do tempo, vamos acrescentar recursos."

Fonte: Folha