Google remove mais aplicativos maliciosos do Android

Vulnerabilidades de versões do Android acima de 2.2 permitiram que hackers roubassem informações

O Google anunciou hoje, por meio de seu blog oficial, que retirou do ar aplicativos maliciosos disponíveis para download por meio do Android Market. Os aplicativos exploravam vulnerabilidades da versão 2.2 ou inferior do sistema operacional Android e roubavam informações dos usuários.

De acordo com o site TechCrunch, 58 aplicativos maliciosos foram identificados pelo Google e retirados do ar. Os desenvolvedores responsáveis por esses aplicativos tiveram suas contas bloqueadas na loja de aplicativos. Contudo, no total, os aplicativos já funcionavam em cerca de 260 mil dispositivos.

O Google acredita que os aplicativos apenas roubaram informações como identificação do dispositivo. Assim, nenhuma informação pessoal do usuários, como nome ou informações bancárias teriam sido enviadas aos desenvolvedores.

Não há informações sobre quais foram os aplicativos maliciosos identificados. Contudo, a partir da noite de hoje (6), a empresa acessará remotamente todos os dispositivos com Android que instalaram os aplicativos para retirá-los. Além disso, o Google liberará uma atualização automática do Android para eliminar o malware responsável por enviar as informações.

O Google também prepara uma atualização emergencial para o Android 2.2 que conserta as vulnerabilidades exploradas pelos aplicativos. Contudo, após liberar a atualização, os usuários terão que esperar que ela seja liberada pelos diferentes fabricantes que produzem celulares com Android. Essas vulnerabilidades já foram resolvidas em versões mais recentes do Android.

Fonte: IG