Homem é preso após publicar no YouTube tortura com seu gato

Homem é preso após publicar no YouTube tortura com seu gato

Segundo depoimento do acusado, Alan Staughton, de 23 anos, cometeu tal crueldade por achar que seria engraçado

Um homem foi condenado a 56 dias de prisão na Inglaterra por colocar o gato de estimação de sua namorada em uma máquina de secar roupas e postar as imagens no YouTube. Segundo depoimento do acusado, Alan Staughton, de 23 anos, cometeu tal crueldade por achar que seria engraçado.

O jovem colocou o animal, apelidado de "Princess", na máquina de secar roupas em sua casa, no condado de Cambridgeshire. Ao ligá-la, o animal ficou girando em seu interior por aproximadamente 12 segundos até que Staughton resolveu desligá-la. O tempo, ao que parece, não foi suficiente para o rapaz se divertir: como o gato se mostrou assustado e se escondeu no fundo da máquina, Alan resolveu religá-la e deixar o animal girando em seu interior por mais duas vezes.

O veterinário que examinou o gato após o incidente disse que o animal estava completamente desorientado e traumatizado, além de ter quebrado um dente e sofrido ferimentos na língua. Felizmente, o bichano já foi encaminhado a um novo lar.

A defesa argumentou que Staughton sofre de déficit de atenção, mas a alegação não foi suficiente para livrá-lo dos 56 dias de prisão e do término de seu namoro de quatro anos e meio. Além disso, o acusado está impedido de possuir qualquer tipo de animal de estimação.

Fonte: tech tudo