Homem pega maior sentença da história por piratear filmes

Homem pega maior sentença da história por piratear filmes

Eles teriam feito cópias de Capitão América, Avatar e Homem de Ferro 2, entre outros.

A justiça americana deu a maior sentença da história do país em um caso de pirataria: 5 anos de prisão. O condenado é Jeramiah Perkins, 40 anos, um dos integrantes do IMAGiNE Group, grupo que gravava filmes dentro das salas de cinema e os distribuía na internet. As informações são da Wired.

A sentença de Perkins, o quarto de cinco integrantes a ser julgado, foi ainda maior do que a de Gregory Cherwonik, 53 anos, também do IMAGiNE e que detinha o recorde anterior, de 40 meses - o equivalente a três anos e quatro meses de prisão. Os outros dois membros já julgados, Sean Lovelady, 28 anos, e Willie Lambert, 57 anos, pegaram respectivamente 23 e 30 meses.

O esquema do grupo consistia em gravar as imagens do filme com uma câmara e registrar o áudio com gravadores separados. Depois, as duas partes eram sincronizadas e os filmes distribuídos na internet. Eles teriam feito cópias de Capitão América, Avatar e Homem de Ferro 2, entre outros. De acordo com a associação de estúdios americanos, a MPAA, o IMAGiNE era o grupo mais bem sucedido em piratear conteúdos ainda exclusivo dos cinemas.

De acordo com os autos do processo, os acusados - que se autodeclararam culpados - recebiam doações e pagamentos através de contas do PayPal. Perkins era o responsável por criar essas contas, além de alugar os servidores na França, nos Estados Unidos e no Canadá para armazenar os filmes compartilhados, e criar e-mails e domínios para a distribuição das produções.

O acordo entre Perkins e a promotoria do estado americano de Virgínia foi aceito pelo juiz Arenda Wright Allen. O quinto membro do IMAGiNE Group deve ser julgado em março deste ano.

Fonte: Terra