Homem perde emprego após tuitar palavrão na Chrysler

À TV, demitido diz que pensou que escrevia em sua conta pessoal.

O funcionário de uma empresa de comunicação que prestava serviço para a Chrysler, nos Estados Unidos, foi demitido após tuitar uma mensagem com palavrão, xingando motoristas de Detroit, no último dia 9. Scott Bartosiewicz contou à rede de TV ABC que pensou que estava postando em sua conta pessoal no Twitter, mas, na verdade, a mensagem entrou em uma conta da Chrysler (@Chryslerautos), administrada pela empresa onde trabalhava e com cerca de 8 mil seguidores.



Bartosiewicz diz que estava atrasado para uma reunião e estava no meio de um congestionamento quando postou: "?I find it ironic that Detroit is known as the #motorcity and yet no one here knows how to f#king drive". Na mensagem, ele usa um palavrão para dizer que, ironicamente, ninguém sabe nada sobre direção na cidade conhecida como berço dos carros americanos.

Ele disse à ABC que, na ferramenta que usou para postar o texto, havia deletado a conta da Chrysler e que não entendeu como a mensagem foi parar naquela página. Mas o rapaz afirmou que achava normal a decisão da agência de mandá-lo embora após o erro. Além da demissão de Bartosiewic, o episódio custou o fim do contrato da montadora com a empresa de comunicação.

Ao comentar o episódio em seu blog, a Chrysler disse que não tolera linguagem ou comportamento inapropriado e pediu desculpas a quem tenha se sentido ofendido com a mensagem no Twitter. Na mesma página, Ed Garsten, diretor de mídia eletrônica da montadora, enfatizou que a demissão de Bartosiewicz foi uma decisão da agência de comunicação e que a Chrysler não havia exigido isso.

Garsten explicou por que a montadora decidiu romper com a agência. ?Por que fomos tão sensíveis? O comercial da Chrysler com Eminem e a cidade de Detroit não foi apenas uma ação comercial. Esta empresa está comprometida a promover Detroit e seus moradores que tanto trabalham", disse, citando uma propaganda veiculada durante o último Super Bowl, a finalíssima do campeonato de futebol americano, que foi protagonizada pelo rapper Eminem, nascido em Detroit, e que mostrava os carros da empresa e a cidade, usando o slogan "Importado de Detroit".

"Como uma montadora que passou por tempos difícieis há apenas dois anos, entendemos os desafios que Detroit tem para conquistar o seu lugar como uma grande cidade do mundo. Aqui os cidadãos estão ficando ainda mais orgulhosos de sua cidade e a imagem de Detroit está melhorando rapidamente", continou Garsten. "Não podemos correr o risco de desviar desse caminho e comprometer esse progresso".

Fonte: g1, www.g1.com.br