‘Jobs guardou carta que escrevi em sua cabeceira’, diz Gates

Cofundador da Microsoft comentou momentos finais com o concorrente


?Jobs guardou uma carta que escrevi em sua cabeceira?, diz Gates
Bill Gates afirmou que Steve Jobs guardou na cabeceira de sua cama uma carta que havia escrito a ele logo antes de morrer, segundo uma entrevista dada ao ?Daily Telegraph?.

?Eu disse a Steve que ele deveria se sentir muito bem sobre o que ele tinha feito e a companhia que havia construído. Eu escrevi sobre os filhos dele, que eu pude conhecer?, afirmou o cofundador da Microsoft, sobre a carta.

?Steve foi um gênio incrível que contribuiu imensamente para o campo do qual eu fazia parte. Tivemos períodos em que minha equipe trabalhou no Macintosh, mas também fomos concorrentes?, disse Gates, ao jornal. ?Os PCs em que trabalhei tiveram uma fatia do mercado até os últimos seis ou cinco anos, mas o Steve era muito bom no iPhone e no iPad.?

Em entrevista concedida ao seu biógrafo, Jobs, que morreu no dia 5 de outubro de 2011, não foi tão elogioso com o concorrente. "Bill [Gates] basicamente não tem imaginação e nunca inventou nada, e acho que é por isso que ele se sente mais confortável fazendo filantropia do que no mercado de tecnologia. Ele apenas roubava as ideias dos outros, sem vergonha alguma", diz Jobs no livro.

?Steve fez várias críticas sobre meu trabalho?, disse Gates, que afirmou que Laurene Powell, viúva de Jobs, ligou a ele para dizer que a biografia não mostrava completamente.

Fonte: G1