Jovem cria aplicativo de celular para pedir namorada em casamento no BR

Programador desenvolveu jogo para o iPhone

A mania de compartilhar a vida nas redes sociais criou uma onda de pedidos de casamento inusitados. Hoje, a preocupação dos homens vai além de receber uma resposta afirmativa da amada. Eles querem fazer um pedido original, marcante e, por que não, que faça sucesso na internet.


Jovem cria aplicativo de celular para pedir namorada em casamento no Brasil

Em Piraju (SP), o programador Daniel Arbex Takahashi usou o conhecimento em tecnologia para pedir a mão da namorada, Jayne Lopes de Camargo. Takahashi criou um aplicativo para celular que escondia a proposta.

O pedido foi feito no último sábado (7). Daniel convidou a namorada para um passeio, mas logo vendou os olhos da menina. Ao chegar na casa onde o pedido seria feito, ela tirou a venda e abriu o aplicativo feito para iPhone.

Emocionada e assustada, Jayne começou a jogar o aplicativo, que trazia uma menina caçando corações que caíam do céu. Ao atingir uma certa pontuação, um anel apareceu na tela com o pedido: "Quer casar comigo?".

Depois de muito choro e abraços, veio a esperada resposta. A única ressalva que a recém-noiva fez foi quanto ao tamanho da aliança, que ficou apertada. Nada que atrapalhasse a felicidade do casal.

Surpresa

Para a noiva, o pedido foi uma grande surpresa. "O Daniel sempre me disse que me pediria em casamento de uma forma inusitada, mas eu jamais esperei que fosse dessa forma. Foi um sonho", desabafa.

De acordo com o rapaz, o objetivo era criar algo diferente e que marcasse a história deles. "Resolvi desenvolver algo que nenhum outro casal tem. Isso é só nosso e vai marcar nossas vidas", conta.

Para a mãe de Daniel, Roseli Maria Arbex, o pedido de casamento foi muito inusitado. "Eu não estava acostumada com esse tipo de situação, foi muito diferente. Estamos todos felizes porque foi muito criativo e a cara deles", afirma.

Próxima fase

Em entrevista, o jovem, de 23 anos, explicou que o programa levou aproximadamente dois meses para ser concluído. "Pedi ajuda para alguns amigos para conseguir fazer o aplicativo. E ainda bem que conseguimos fazer a tempo. Aconteceu exatamente como eu tinha sonhado", conta.

Depois de passar a fase do pedido de casamento com sucesso, Takahashi já planeja um novo desafio: comercializar o aplicativo. "Ainda é um projeto em expansão, mas há a possibilidade de colocarmos no mercado", revela.

Atualmente Jayne mora em Ourinhos (SP) e Daniel em Londrina (PR). Apesar da distância, o casal já planeja o casamento para março de 2014. "Não temos dúvidas que queremos ficar juntos para o resto da vida. Acredito que eu me mude para perto do Daniel depois do casamento", planeja.

Pedidos inusitados

Em Alfenas (MG), um casal ficou famoso após postar um vídeo do pedido de casamento na internet. O pedido já teve mais de 1,2 milhão de visualizações.

O vídeo que virou febre mostra passo a passo como o noivo, Rodrigo souza Camargo, confeccionou mais de uma centena de corações em cartolina, viajou de Pouso Alegre (MG) para Varginha (MG), os fixou na parede e aguardou, ansiosamente, a chegada de Juliana Souza Leopoldino para oficializar o pedido com um balão em forma de coração e um par de alianças dentro.

Nos Estados Unidos, Stacy Ayotte escolheu outra forma para pedir a namorada Donita Hagan em casamento. Ele criou fantoches que representavam os dois e de uma maneira criativa pediu a mão da namorada

O vídeo mostra cenas de diversão entre os dois apaixonados, o boneco mostra um anel de noivado e pede a companheira em casamento. Nesse instante, Stacy surge e oficializa o pedido em pessoa, que é prontamente aceito por Donita. A gravação foi publicada na internet e teve mais de 85 mil visualizações.

O vídeo mais famoso é de 2012, também nos EUA. Com a ajuda de dezenas de amigos e embalado pela música ?Marry You?, de Bruno Mars, Isaac usou o recurso do "lip-dub" para pedir a mão da namorada, Amy. O vídeo, que ficou conhecido como "o melhor pedido de casamento de todos os tempos", teve mais de 20 milhões de visualizações no Youtube e ganhou versões até no Brasil.

Fonte: G1