Jovens realizam 1ª maratona de desenvolvimento de softwares

Evento premiará vencedores com camisas interativas e iPods Nano

Estudantes dos cursos de nível superior e técnicos em informática, ciência da computação, engenharia e fanáticos por programação poderão testar suas habilidades na primeira maratona de desenvolvimento de softwares em Manaus. A ideia de realizar uma "Hack-a-thon" na capital do Amazonas é de dois jovens empresários.

De acordo com um dos organizadores, Marcelo Henrique, o evento será uma ótima oportunidade para que os desenvolvedores de programas de informática se conheçam."Os principais objetivos do evento são reunir a comunidade de programadores de Manaus e proporcionar uma troca de experiência entre os participantes", disse.

Marcelo explica que algumas adaptações em relação à "Hack-a-thon" internacional, que é realizada no Estados Unidos e diversos países da Europa. "No formato internacional do evento são 24 horas de competição. Decidimos fazer essa com 12 horas, mas a tendência é que ao longo dos anos possamos aperfeiçoar esse formato e comparar ao molde original da disputa", ressaltou.

Nas 12 horas de evento, os participantes deverão desenvolver um programa com base em um tema escolhido pela organização. Na edição deste ano da "Hack-a-thon", o tema é "Integração com as mídias sociais". Os participantes serão desafiados a desenvolver aplicativos e programas que melhorem, aprimorem ou interajam com esse meio.

O evento irá premiar os três primeiros colocados com camisetas ThinkGeek, que são interativas e recebem sinal wifi, iPods Nano, amplificadores portáteis, menções honrosas e ainda algumas surpresas preparadas pela organização do evento.

Marcelo lembra que o evento não é fechado para um determinado tipo de público. "A "Hack-a-thon" não tem como foco apenas os estudantes de cursos superiores. Tem muito programador bom que faz outros cursos ou está fora da sala de aula, só trabalhando", destacou.

A disputa ocorrerá no dia 25 de fevereiro das 10h às 22h, na Avenida Mario Ypiranga 1.300, Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus, e 60 vagas estão disponíveis através do site da empresa organizadora do evento. Para se inscrever, os participantes pagam uma taxa de R$18,00, que dá direito a alimentação durante as 12 horas de evento.

Fonte: G1