Juíza corta multa da Samsung a Apple por quebra de patentes

Juíza Lucy Koh descartou quase metade da multa de US$ 1,05 bilhões e marcou novo julgamento

A Apple sofreu uma grande derrota nesta sexta-feira em sua batalha de patentes contra a Samsung, depois que a juíza Lucy Koh descartou quase metade da multa de US$ 1,05 bilhão aplicada à Samsung no ano passado. A magistrada da corte federal da Califórnia reduziu em US$ 450,5 milhões a ordem de pagamento e marcou um novo julgamento para revisar a punição de quebra de patentes de alguns produtos.

Um júri federal americano condenou nesta em agosto do ano passado a companhia de telefonia sul-coreana Samsung a pagar US$ 1,05 bilhão ao considerar que a empresa plagiou a tecnologia da Apple em alguns de seus aparelhos. A Apple denunciou a Samsung em 2011 por considerar que a empresa sul-coreana havia copiado deliberadamente o design de seus aparelhos para fabricar sua geração seguinte de telefones e lançar o tablet Galaxy Tab.

O júri, que acompanhava o caso em uma corte federal em San Jose (Califórnia), determinou que a Samsung violou "intencionalmente" várias patentes da Apple, incluindo a tecnologia de zoom táctil própria de seus smartphones e do tablet iPad. O veredicto encerrou um julgamento de cerca de dois meses entre duas das maiores companhias tecnológicas do mundo.

A companhia fundada por Steve Jobs havia pedido originalmente uma indenização à Samsung de US$ 2,5 bilhões, além da proibição da venda nos EUA dos aparelhos que violassem suas patentes.

Fonte: Terra