Lista de 300 cornos do Orkut vira caso policial em Minas Gerais

A polícia registrou três boletins de ocorrência que foram encaminhados à delegacia.

A rotina de Lagoa da Prata, em Minas Gerais, mudou no último mês, depois que foram publicadas no Orkut listas com os supostos cornos da cidade com 44 mil habitantes. No total, o responsável (ou responsáveis) pelas comunidades publicou cerca de 300 nomes de pessoas que já teriam sido traídas por seus parceiros. Agora resta somente uma comunidade, criada em 13 de outubro por "Ricardão", com 17 nomes e detalhes sobre suas vidas (ocupação, qual carro ou quantas vezes a pessoa foi traída, por exemplo).

Valdeci Donizeti de Mattos, comandante da Polícia Militar de Lagoa da Prata, afirmou que de quatro a cinco comunidades foram criadas, mas com a repercussão elas acabaram saindo do ar. No site oficial de Lagoa da Prata, a enquete pergunta o que os internautas acharam da lista. ?Um absurdo, ?engraçado? e ?meu nome? estão entre as respostas.

Ainda de acordo com Mattos, a polícia registrou três boletins de ocorrência que foram encaminhados à delegacia. Já existem diversos suspeitos. ?Aqueles que se sentirem incomodados devem procurar as autoridades, para serem instruídos sobre o que fazer?, disse Mattos ao G1.

Na única comunidade restante, "Ricardão" sugere: ?veja a lista abaixo e confira se seu nome está lá. Se seu nome ainda não está na lista, é porque não descobrimos ainda?. E finaliza: ?chifre é igual consórcio. Um dia você é o contemplado?.

Segundo Mattos, os responsáveis pela brincadeira de mau gosto podem responder na Justiça por crime contra honra e também difamação.

Em outras comunidades do Orkut, também sobre Lagoa da Prata, os internautas comentam o assunto. Há tópicos como ?quem fez a lista??, ?verifique os candidatos da lista? e ?a lista?. ?Sou de Belo Horizonte e aki [sic] ninguém fala de outra coisa a não ser essa lista?, afirma uma internauta. ?Se ficar estressado, tá fazendo o jogo do imbecil? e "tomara que tenha sido só um vacilo e que a pessoa já esteja arrependida" são outros comentários.

Constrangimento

O namorado da comerciante Juliana Oliveira apareceu em uma das listas. Ao MGTV, no vídeo que aparece no topo desta reportagem, ela contou: ?o pessoal comenta na hora que a gente passa e acabo ficando constrangida. Não é uma brincadeira agradável e fico sem saber o que falar?.

Também ao MGTV, um comerciante que não quis se identificar disse ter ficado surpreso ao descobrir que seu nome aparecia na lista. ?De imediato pedi aos funcionários que não era pra trazer a lista para meu comércio e nem queria ter conhecimento dela. Não tem nada a ganhar, só a perder [com a lista], porque o intuito é denegrir a imagem das pessoas. Minha esposa é católica, trabalhadeira e tem o que fazer. Nunca tive nem como duvidar dela?, afirmou o homem.

Fonte: g1, www.g1.com.br