Mau-humor em excesso pode virar doença

Transtorno é difícil de ser percebido e é confundido com personalidade difícil

O dia a dia nas grandes cidades é cada vez mais agitado e estressante. Além disso, os problemas pessoas contribuem para deixar homens e mulheres mal-humorados.

O problema é quando esse comportamento se torna um hábito e uma simples irritação pode se transformar em doença.

O psicólogo José Roberto Leite explica que estresse muito forte tem o poder de iniciar uma depressão, que nem sempre se manifesta com tristeza.

Alguns sintomas acompanham as alterações do cérebro, como a perda de apetite e de sono, além da dificuldade de concentração.

Apesar de constante, pouca gente percebe e aceita o transtorno, muitas vezes confundido com personalidade difícil.

Fonte: R7, www.r7.com