Mercado Livre permite pagamento por meio de aplicativos móveis

pagamento pode ser feito diretamente nos aplicativos com cartão de crédito.

A partir de agora já é possível realizar e pagar as compras feitas no Mercado Livre diretamente pelo seu iPhone ou smartphone Android, os mais populares entre os usuários da plataforma. O pagamento pode ser feito diretamente nos aplicativos com cartão de crédito.



Além disso, o site de leilões anunciou que seus aplicativos mobile superaram a marca de 4 milhões de downloads em um ano na América Latina. O resultado também refletiu no aumento de acessos via smartphones. Hoje, cerca de 5% do tráfego de navegação na plataforma de e-commerce é feita utilizando aparelhos móveis. Em agosto de 2011, quando ainda não existiam apps mobile do Mercado Livre, esse número ficava entre 2% e 2,5% - o acesso tinha de ser feito pelos navegadores dos smartphones.

O Brasil foi o primeiro país da América Latina a receber aplicativos móveis do serviço, com o BlackBerry encabeçando a lista em agosto de 2011, seguido depois pelos rivais iOS e Android em outubro, e os sistemas da Nokia, Symbian e Meebo, em dezembro. Em abril deste ano, foi a vez do Windows Phone, da Microsoft, ganhar seu aplicativo específico do site.

Atualmente, o Mercado Livre atua em 12 países na América Latina, sendo em todos eles os usuários podem acessar o serviço pelo smartphone em pelo menos um dos sistemas citados acima. O único mercado de atuação da empresa fora da América Latina é Portugal, justamente onde ainda não há dispinibilidade de apps móveis para o site de leilões.

Segundo o Diretor de Marketplace MercadoLivre no Brasil, Leandro Soares, o MercadoLivre concluiu mais um ciclo de ampliação dos seus negócios por meio do crescente mercado de telefonia celular. ?Hoje, temos 13% da população brasileira com acesso a smartphones, tendo uma projeção de crescimento de vendas para 2012 de 73%, segundo a IDC. Acreditamos muito no potencial de crescimento deste mercado e nas grandes oportunidades de negócios que se abrem para os nossos usuários?, destaca.

O gigante do e-commerce segue as tendências do mercado. As compras feitas por um dispositivo móvel (seja smartphone ou tablet) representaram 1,3% de todas as compras online no país no primeiro semestre deste ano. Em 2011, esse número era de apenas 0,3%.

Fonte: Uol-idgnow