Gates deixa a presidência do Conselho e será consultor de tecnologia do CEO

O novo presidente do Conselho de Administração da Microsoft, John Thompson disse que o processo ocorreu de acordo com o planejado.

A Microsoft nomeou o veterano Satya Nadella como novo presidente-executivo nesta terça-feira, e disse que seu fundador Bill Gates irá deixar o cargo de presidente do Conselho e será consultor de tecnologia do novo CEO, marcando uma importante mudança de controle na empresa que liderou a revolução do PC.

Nadella, um executivo de 46 anos nascido na Índia e que liderou a criação dos serviços de nuvem da Microsoft, é apenas o terceiro presidente-executivo da Microsoft nos 39 anos de história da empresa, assumindo depois de Steve Ballmer, que substituiu Gates em 2000.

A decisão encerra um processo de cinco meses na companhia sediada em Redmond, Washington, após o anúncio da aposentadoria de Ballmer. O processo durou mais tempo que o esperado por investidores.

"É um alívio que esse processo tenha terminado", disse Daniel Ives, analista da FBR Capital Markets. "Muitos investidores acreditam que Nadella é a "escolha segura", já que ele cresceu em Redmond. Mas a batalha continua para a Microsoft em seu caminho para o crescimento."

O novo presidente do Conselho de Administração da Microsoft, John Thompson, que liderou a busca por um novo presidente-executivo, disse que o processo ocorreu de acordo com o planejado.

"Pretendíamos concluir o processo em quatro ou cinco meses, e atingimos a meta", disse Thompson em um vídeo no site da Microsoft. "Depois de revisar todos os candidatos, Satya foi nossa primeira e unânime escolha."

Gates disse que a experiência de Nadella com os serviços de computação em nuvem o tornaram o homem certo para liderar a Microsoft, enquanto a empresa luta para encontrar seu novo lugar no cenário da computação móvel.

"Satya tem o conhecimento certo para liderar a companhia durante esta era", disse Gates. "Há um desafio na computação móvel. Há uma oportunidade na nuvem."

EROSÃO DOS PCS

Apesar de deixar o cargo de chairman, Gates permanecerá no Conselho de Administração e assumirá o novo papel de consultor de tecnologia de Nadella.

"Satya pediu para eu me apresentar, aumentando substancialmente o tempo que eu gasto na empresa", disse Gates em um comunicado de vídeo. "Eu vou ter mais de um terço do meu tempo disponível para me reunir com grupos de produtos. Vai ser divertido definir esta próxima rodada de produtos, trabalhando em conjunto."

Gates deixou o dia a dia da Microsoft em 2008 para focar em filantropia na Fundação Bill & Melinda Gates que segundo ele continua sendo o seu principal trabalho.

A escolha de Nadella era amplamente esperada, e analistas e investidores já estão ponderando quão eficaz será o veterano com 22 anos na empresa em reviver as ambições da companhia na área de dispositivos móveis e satisfazer a fome de Wall Street por dinheiro.

A Microsoft enfrenta uma lenta erosão de suas franquias Windows e Office, focadas em PCs, e precisa desafiar de algum modo a Apple e o Google no novo reino da computação móvel. Ao mesmo tempo, alguns investidores estão fazendo campanhas por uma redução de despesas e por uma fatia maior da enorme pilha de dinheiro da companhia.

A maioria concorda que a experiência de Nadella o tornam uma escolha segura para levar a empresa adiante, mas ainda há uma dúvida sobre sua capacidade de tornar a companhia um sucesso entre consumidores ou investidores impacientes.

Fonte: Terra