Milhões de usuários sul-coreanos de games são alvo de hacker

A Nexon pretende levantar mais de 95 bilhões de ienes com a operação (1,2 bilhão de dólares), no que seria o maior IPO na Bolsa de Tóquio em 2011

O regulador das comunicações na Coreia do Sul informu neste sábado (26) que dados pessoais de mais de 13 milhões de assinantes da empresa de games Nexon Corea, desenvolvedora líder de jogos eletrônicos no país, foram roubados em um ataque hacker.

A Comissão de Comunicações da Coreia (KCC, em inglês) disse em comunicado que a Nexon informou o órgão no final da tarde de sexta-feira que a companhia descobriu na véspera o roubo de dados pessoais de 13,2 milhões de usuários de seu jogo online Maple Story.

O incidente acontece semanas antes da planejada oferta inicial de ações (IPO) da afiliada da Nexon no Japão na Bolsa de Tóquio, prevista para 14 de dezembro.

A Nexon pretende levantar mais de 95 bilhões de ienes com a operação (1,2 bilhão de dólares), no que seria o maior IPO na Bolsa de Tóquio em 2011.

A KCC disse que, junto com a polícia e especialistas em segurança de computação, está investigando o caso. Os dados roubados incluem nomes de usuário, endereço e senhas.

Um representante da Nexon disse que dados financeiros dos clientes, como contas bancárias, não foram afetados. Clientes do jogo online Maple Story fora da Coreia do Sul também não foram atingidos.

A empresa pediu que os assinantes do game mudem suas senhas para prevenir danos adicionais.

A base total de assinantes do Maple Story é de cerca de 18 milhões, segundo a companhia.

O incidente é o maior roubo de informações pessoais por hackers desde o final de julho, quando dados de até 35 milhões de usuários do portal de Internet e blog operado pela SK Comms foi atacado na China, expondo as vulnerabilidades de redes no país com maior número de internautas no mundo.

Fonte: Globo.com