Mulher participa de concurso online para decidir o nome do filho; saiba

Natasha Hill aceitou proposta curiosa de site.

Você venderia o direito de escolher o nome de seu filho a uma empresa que vai promover um concurso na Internet? A norte-americana Natasha Hill, de 26 anos, aceitou US$ 5 mil (R$ 10 mil) da companhia Belly Ballot, e agora está esperando a votação dos internautas para saber como o neném vai se chamar.



Quem não gostou muito da ideia à princípio foi o namorado dela, Craig, que ficou com medo de que os internautas fizessem um tipo de pegadinha com o concurso e escolhessem um nome ?louco? para a criança. No entanto, isso não vai ser possível, já que a própria empresa vai fazer uma lista com nomes e promete não aceitar ?nomes muito loucos? e nem ?nomes de produtos?. Além disso, cada internauta só poderá dar um voto na eleição.

?Achei que é uma ideia ótima. Tenho certeza de que as pessoas vão fazer a coisa certa e votar em algo único e legal?, disse Hill, que é professora de artes e promete usar o dinheiro do prêmio para pagar dívidas e investir na educação da criança.

O concurso começa oficialmente no próximo dia 18 de março e, até lá, a Belly Ballot não vai divulgar a lista dos nomes escolhidos para a final da eleição. O site, cujo objetivo é de permitir que internautas sugiram nomes de bebês para pais indecisos, aposta na curiosa forma de divulgação para obter mais usuários em todo o mundo.

Fonte: tech tudo