Nasa fotografa aglomerado de galáxias com duas caudas

Nasa fotografa aglomerado de galáxias com duas caudas

Galáxias que compõem estes grandes conjuntos são mantidas em interação devido ao gás quente que as envolve

A Nasa, agência espacial americana, utilizou as lentes da sonda espacial Chandra X-ray e do telescópio Sul Astrophysical Research (Soar), no Chile, para fotografar um grande aglomerado de galáxias, conhecido pelo nome de Abell 3627. Os aglomerados, considerados como umas das maiores estruturas do universo, são compostos por inúmeras galáxias que interagem gravitacionalmente umas com as outras.

Na concepção artística divulgada nesta sexta-feira pela Nasa, os dados da Chandra X-ray podem ser vistos em azul e as emissões de luz óptica e de hidrogênio, captadas pelo telescópio Soar, em amarelo e vermelho, respectivamente. À frente da cauda mais brilhante do aglomerado, com uma extensão de 260 mil anos-luz, está a galáxia ESO 137-001. Já o aparecimento da outra cauda, menos brilhante, foi considerada uma surpresa para os cientistas.

As galáxias que compõem estes grandes conjuntos são mantidas em interação devido ao gás quente que as envolve. Segundo os cientistas, as caudas do Abell 3627 podem ter se formado a partir do gás é emanado pela ESO 137-001.

Fonte: Terra, www.terra.com.br