Nova busca do Google pode criar rival poderoso para Siri, da Apple

Ao tornar buscas mais inteligentes, Knowledge Graph pode fazer frente ao assistente da Apple

Na superfície, o Knowledge Graph da Google parece apenas mais um recurso de busca, mas ligue os pontos e ele pode se tornar o cérebro por trás de um assistente virtual parecido com o Siri, da Apple.

Em um post de blog, o engenheiro da Google, Amit Singhal, deu uma boa dica de que há mais no Knowledge Graph do que os olhos veem: ?Estamos orgulhosos de nosso primeiro pequeno passo ? o Knowledge Graph ? que nos permitirá tornar as buscas mais inteligentes, nos movendo para mais perto do computador de ?Star Trek? que eu sempre sonhei em construir?, escreveu Singhal.

A Google já usou a referência a ?Star Trek? antes, ao discutir sua abordagem para o reconhecimento de voz no Android. Veja o que o engenheiro da Google, Matias Duarte, disse em entrevista recente para o Slashgear: ?Se o Siri é o ?Star Wars?, você tem essas personalidades robôs como C-3PO que corre por aí e ele tenta fazer coisas para você, faz algumas besteiras e faz piadas, ele é uma espécie de alívio cômico. Nossa abordagem é mais no estilo ?Star Trek?, com a Enterprise; todo pedaço de superfície de computação, tudo é consciente de comandos de voz. Não é como se tivesse uma personalidade, não tem um nome, é apenas um ?Computador?.?

Adicione esses comentários aos rumores de que a Google está trabalhando em um assistente virtual de codinome Majel ? em homenagem a esposa do já falecido criador de ?Star Trek?, Gene Roddenberry ? e é fácil especular para onde a Google está indo: Siri vs Knwoledge Graph. Ao contrário dos comandos de voz existentes no Android, o Siri entende linguagem. O assistente da Apple não precisa depender de um sistema rígido de instruções (como o ?Navegar Para? para caminhos ou ?Escute? para música, do Android), porque ele consegue separar palavras a partir frases faladas de forma natural. Isso torna o Siri muito mais acessível, e a Google terá de surgir com algo parecido.

Mas com o Knowledge Graph, a Google parece estar pensando um passo à frente. Com qualquer conjunto de palavras chave, o Knowledge Graph tenta descobrir o que os usuários realmente querem. A engine consegue descobrir os fatos mais importantes sobre uma pessoa ou lugar, e trazer esses detalhes para superfície. Quando um termo de busca possui vários significados (como a fruta maçã/apple ou a empresa Apple), o Knowledge Graph sabe perguntar o que você quis dizer. Como Singal apontou, as informações que a Google mostra para o termo Tom Cruise responde a 37% das próximas pesquisas das pessoas sobre ele.

A Google pode ter um melhor sistema para responder perguntas, se a empresa puder apenas arrumar a parte da linguagem natural igual ao Siri. Em vez de simplesmente mostrar uma página do Yelp ou do Wolfram Alpha, como o Siri faz, a Google poderia potencialmente colocar o que pensa ser as informações mais relevantes na web. A companhia já desenvolveu uma versão do Knowledge Graph para aparelhos móveis, por isso a base já está no lugar. Obviamente, isso tudo é apenas especulação, mas dados os pensamentos avançados da Google em tornar a busca mais inteligente, e a importância cada vez maior dos aparelhos mobile, o Knowledge Graph parece ter grandes chances de desempenhar um papel importante na resposta do Android para o Siri.

Fonte: Uol-idgnow