Novo método traz uma tecnologia vestível para dentro do corpo humano

O time de pesquisa de Ada construiu um dispositivo eletrônico menor do que um grão de arroz que atua como um marca-passo.

A engenheira elétrica Ada Poon, da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, inventou uma maneira de transferir energia para dentro do corpo humano, o que possibilitaria rodar pequenos dispositivos médicos, como marca-passo, estimuladores de nervos e futuros sensores.

O objetivo da professora é eliminar o uso de grandes baterias e sistemas de recarga que impedem que os dispositivos médicos sejam mais acessíveis. Segundo comunicado da universidade, a tecnologia poderia abrir caminho para um novo tipo de medicina para os médicos usarem eletrônicos para curar doenças, em vez de remédios.

O time de pesquisa de Ada construiu um dispositivo eletrônico menor do que um grão de arroz que atua como um marca-passo. Ele pode ser recarregado sem fio, segurando uma fonte de energia do tamanho de um cartão de crédito acima do dispositivo, fora do corpo.

A energia usada é a mesma usada para carregar celulares, e, segundo a pesquisadora, um laboratório independente testou o sistema dela e afirmou que ele está abaixo dos níveis de exposição de perigo para seres humanos.

A equipe de Ada testou o sistema de recarga sem fio em um porco, e o usaram para ligar um marca-passo minúsculo dentro de um coelho. A engenheira está preparando o sistema para ser testado em humanos, e mesmo que os testes sejam bem-sucedidos, ainda vai demorar alguns anos para que ela seja implantado em dispositivos médicos comerciais.

Fonte: Terra