Para evitar pornô, universidades compram endereços .xxx

Para evitar pornô, universidades compram endereços .xxx

Universidades relatam custos de até US$ 3 mil com aquisições

A Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, está comprando endereços de sites como www.KUgirls.xxx e www.KUnurses.xxx ?algo como garotasdauniversidadedokansas.xxx e enfermeirasdauniversidadedokansas.xxx. Essa e outras escolas estão se apressando para prevenir que seus nomes acabem nas mãos da pornografia.

Durante os útlimos dois meses, elas têm comprado milhares de endereços com o final .xxx ?dedicado a sites de conteúdo adulto. ?Não podemos prever se alguém no futuro pode querer usar o nome?, disse Paul Vander Tuig, responsável pelo licenciamento da universidade.

A Universidade do Kansas gastou cerca de US$ 3 mil em todos os endereços que comprou e planeja apenas possuir os domínios, sem fazer nada com eles.

O sufixo .xxx é uma variação do .com para a indústria pornô. Os nomes com o final específico começaram a ser vendidos nesta semana, promovidos como um meio de diferenciar os sites pornôs.

O ICM Registry é o administrador dos endereços e os vende por meio de companhias dedicadas a isso.

Mark Land, porta-voz da Universidade de Indiana, disse que a escola gastou US$ 2.000 para comprar cerca de 1 endereços, como fez a Universidade do Kansas. ?É um custo modesto de fazer negócios no mundo em que vivemos?, disse Land.

A ICM vendeu domínios .xxx nos últimos dois meses para empresas que queriam proteger sua marca da indústria pornô. No período, a entidade registrou cerca de 80 mil nomes.

Fonte: G1