Pesquisa confirma o crescimento de perfis falsos no Facebook

Cada vez mais usuários criam perfis na rede social com informações que não são verdadeiras.

Por incrível que pareça, mesmo com toda a preocupação da empresa em torno dos fakes, o número de perfis falsos continua crescendo no Facebook. De acordo com um estudo divulgado pelo site The Verge, cada vez mais usuários criam perfis na rede social com informações que não são verdadeiras. Tudo isso em nome de mais privacidade.


Pesquisa confirma o crescimento de perfis falsos no Facebook

De meninas que colocam sobrenome de "Bieber" por causa do seu ídolo, o cantor Justin Bieber, até pessoas realmente com intenções ruins, o Facebook está ficando cada vez mais lotado de nomes falsos. Há quem ache esta postura é a mais correta a se tomar, como Drew Mason, de 25 anos, que na verdade tem outro sobrenome, porém prefere não se identificar completamente na rede social.

?Histórias sobre empregadores fofocando o Facebook são comuns, então uma forma tranquila de manter seu grau de privacidade online é de criar um outro sobrenome. Estou até acostumado com o meu nome falso e seria assustador ter que utilizar meu nome completo por lá. E acredito que 10 a 20% dos meus amigos também fazem isso?, comentou em entrevista ao The Verge.

O Facebook estima que cerca de 83 milhões de seus usuários são contas fakes. Um número alto, que preocupa a rede social a cobrar sempre as identidades reais de seus usuários. O problema é que não há como saber quantas pessoas são de verdade, mas usam sobrenomes falsos, como Drew. De qualquer forma, a rede social pede que seus usuários sejam honestos. Afinal, isso seria mais seguro para os contatos feitos entre eles e também mais lucrativo para a companhia na hora de vender anúncios e criar uma base de dados.

?O Facebook é uma comunidade onde as pessoas usam seus nomes reais. Isso ajuda a manter o site seguro. É uma violação da nossa política usar um nome falso ou operar sob uma identidade falsa e encorajamos as pessoas a denunciarem quem faz isso?, comentou um representante da rede social, fazendo jus à própria política do site, que pede que o nome usado seja como aparece no seu documento de identidade ou cartão de crédito.

E você: já pensou em usar um sobrenome falso no Facebook? Acredita que esta é uma boa solução para fugir dos bisbilhoteiros online ou vê esta solução como uma violação e que pode tornar a rede social menos confiável? Diga para a gente nos comentários!

Fonte: tech tudo