Existem mais malwares para Android que apps no Google Play, diz pesquisa

Antivírus no Android é fundamental, diz Kaspersky

O número de malwares criados para o Android é dez vezes maior do que o de apps reais no Google Play. A novidade foi divulgada em uma pesquisa recente feira pela empresa de segurança online Kaspersky. Só no mês de janeiro, a companhia identificou cerca 200 mil novos programas maliciosos em dispositivos móveis.

De acordo com a Kaspersky, há cerca de 10 milhões de malwares para o Android hoje. O Google Play, por sua vez, possui apenas 1,1 milhão de aplicativos para download. Parece impossível, mas não é: grande parte do conteúdo contaminado é distribuído em páginas não oficiais na Internet.

?A verdade é que o número de lojas não oficiais, que têm muito mais do que um milhão de aplicativos, é o que faz com que os softwares maliciosos apareçam em maior quantidade?, diz um trecho do estudo publicado pela firma.

Há diversos sites falsos na Internet que oferecem supostas versões grátis de aplicativos pagos, como clones de apps de instituições financeiras e supostos downloads de arquivos APK bloqueados por região. Com isso, muita gente acaba caindo em golpes e perdendo informações importantes.

Para evitar qualquer problema, a Kaspersky dá cinco dicas básicas: não ativar o "modo desenvolvedor" no celular e não permitir instalação de softwares de terceiros. Além disso, é importante só instalar programas de canais oficiais, ler as permissões que você concede a cada app e também utilizar programas de segurança no celular. Isso pode ajudar bastante no combate ao malware.

Fonte: Tech Tudo