Pesquisa diz que Redes Sociais são mais perigosas que sites pornôs

Análise do Kaspersky Lab aponta os top 20 sites com links maliciosos

Em uma pesquisa realizada pela Kaspersky Lab, 21% dos links maliciosos presentes na Internet estão hospedados em redes sociais, contra 14% que estão disponibilizados em sites de conteúdo adulto. Segundo o estudo, sites como Facebook, Twitter e Google+ tornaram-se uma arma em potencial para os cibercriminosos, pois, quanto mais popular, maior a possibilidade da criação de links maliciosos para serem propagados pela rede.


Pesquisa diz que Redes Sociais são mais perigosas que sites pornográficos

A maioria dos links maliciosos encontrados pelos analistas da Kaspersky Lab em redes sociais estão no Facebook e em seu clone russo, o VKontakte, tornando as redes sociais o terceiro lugar no ranking de maior ameaça de redirecionamento para links perigosos.

O vencedor de maior disseminação de malware é o YouTube, que abriga atualmente 31% dos links maliciosos. Os serviços de busca, como o Google, ficam em segundo lugar com 22%, onde é realizada manipulação de resultados para o redirecionamento a links maliciosos.

Fonte: Tech Tudo