Pesquisa diz que 10% dos usuários do Facebook não são humanos; confira

Número crescente de páginas do Facebook não são de humanos. Nem o cachorro de Mark Zuckerberg escapou da tendência

Uma pesquisa feita pela companhia de pesquisa de marketing online eMarketer revelou que pelo menos 10% dos usuários ativos do Facebook não são humanos. O número é representado pelo número de páginas e perfis de animais criados na rede social.


Pesquisa mostra que 10% dos usuários do Facebook não são humanos

O Facebook alega ter cerca de 1,11 bilhão de usuários ativos, o que faz com que só 889,3 millhões sejam pessoas, de fato. Os outros usuários são compostos de páginas de marcas, corporações e animais. Nem mesmo o criador da rede social escapou da moda: Mark Zuckerberg mantém uma página dedicada ao seu cão, Beast.

Os dados revelam uma tendência crescente no Facebook: o número de páginas não-humanas tem aumentado. O registro acontece principalmente no Brasil, junto com Índia, Russia, o Oriente Médio e a África. Por outro lado, o número tem caído nos Estado Unidos, Reino Unido e Leste Europeu. Ainda assim, a eMarketer espera que o alcance do Facebook cresça de 42,6% para 54,7% em 2017.

A pesquisa apontou ainda outros dados, no que diz respeito à queda na quantidade de adolescentes na rede social. Os índices mostraram que 40% dos jovens que usam o Facebook disseram que não pretendem usar o site com a mesma intensidade que costumava acessar em 2012.

A redução na quantidade de jovens na rede de Zuckerberg é um efeito conhecido como "fatiga do Facebook", que faz com que eles migrem para outras redes, como o Twitter, por exemplo. Como principal motivo, eles apontam a presença dos próprios pais na rede social.

Fonte: Tech Tudo