Pesquisadores ajudam tetraplégico a beber cerveja usando a mente

Cientistas tentam dobrar o número de pessoas para ajudar.

Erik Sorto é um americano que não tem o movimentos dos braços e das pernas após ter levado um tiro que o deixou tetraplégico. Mas os cientistas vem o ajudando a algum tempo para que ele sinta novamente os prazeres da vida. Desde 2012 pesquisadores implantaram processadores em seu cérebro fazendo com que ele conseguisse mexer um braço robótico e fazer todas as funções diárias normais.

Entre essas funções estão as mais normais como cumprimentar pessoas e até beber cervejas. Desde então os cientistas tentam dobrar o número para ajudar outras pessoas que precisam.

Os implantes, porém, ainda não estão prontos para serem disponibilizados em larga escala. Sorto consegue usar o braço apenas porque seu cérebro está ligado ao computador que controla seu membro robótico.

Image title


Fonte: Com informações do Exame