Piauí Conectado vai levar internet de qualidade para 96 cidades

Um compromisso da gestão romper as barreiras tecnológicas, diz Dias

O Conselho Gestor de Parcerias Público Privada (PPP) reuniu-se, nessa terça-feira (12), para que fossem apresentados os estudos técnicos, operacionais e financeiros do Projeto Piauí Conectado, realizado pela empresa Global Task. O projeto tem como objetivo universalizar o acesso à internet com qualidade e disponibilidade para todas as regiões piauienses com redução de custos. A iniciativa deve ser desenvolvida por meio de concessão.

O Piauí Conectado deve levar, por meio de 5.000 km de fibra ótica, internet de qualidade para 1500 pontos de acesso em 96 cidades, com velocidade 100 vezes maior do que o que se tem hoje no estado. Com a implementação do projeto, passará a se trabalhar com uma internet de 42 gigabytes e haverá uma redução nos custos operacionais de 36% no valor dos pontos de acesso e 191 pontos de acesso gratuito para a população.

Image title

Para o governador Wellington Dias, é um compromisso da gestão romper as barreiras tecnológicas e dar um grande salto rumo ao desenvolvimento, que é a grande motriz do estado. “Universalizar o acesso à internet é permitir avanço em áreas como a segurança, educação e saúde. É permitir uma rede de desenvolvimento em todas as áreas”, enfatiza o gestor.

Com o projeto, há a possibilidade de que haja um grande avanço na educação, por meio de videoconferências e salas de aula virtuais permitindo que a população não precise sair do município de origem para ter acesso a diversos cursos, entre ele o Ensino Técnico e Superior à distância.

Na área da segurança, as centrais de videomonitoramento e o rastreamento de equipamentos e de tornozeleiras eletrônicas estão entre os itens que podem ser inseridos com a utilização de uma internet de qualidade. E na área da saúde, uma central de diagnóstico com laudos instantâneos são apontados como avanços da tecnologia a ser implantada.

De acordo com o diretor-geral da Agência de Tecnologia da Informação do Estado do Piauí  (ATI), Avelyno Medeiros, interligar o estado por meio de fibras óticas e acesso à internet é “proporcionar desenvolvimento para todos os municípios e uma comunicação rápida e eficaz”.

O Projeto Piauí Conectado  deve ainda ser apresentado à Assembleia Legislativa, passar por diálogo externo, consulta e audiência pública e licitação. O tempo de execução será de 2 anos.

Fonte: Ccom