PlayStation volta ao ar, mas com problemas para redefinir senhas

Serviço de games da Sony foi vítima de ataque de crackers, que tiveram acesso a dados de mais de 70 milhões de usuários.

Milhões de usuários do PlayStation podem novamente jogar online. A Sony anunciou que seu serviço, que havia sido afetado por um ataque de crackers, começou a voltar ao ar no final do sábado. Porém, quem tentou redefinir suas senhas encontrou lentidão, por conta do grande volume de mensagens de e-mail geradas no sistema.

Segundo a empresa, ?a restauração escalonada se dará país a país, iniciando-se nas Américas e depois na Europa, Austrália, Nova Zelândia e no Oriente Médio?. Usuários em países da Ásia ainda esperam pela restauração do serviço. Na América Latina, o serviço já está disponível.

No comunicado, a empresa afirma que a primeira fase de restauração dos serviços para estes países e regiões incluirá a possibilidade de conexão à PlayStation Network, com possibilidade de redefinição de senhas; restauração de modo online para todos os jogos do PS3 e PSP; exibição de conteúdo de vídeo alugado no PS3, PSP e MediaGo; acesso a serviços como Netflix, Hulu, Vudu e MLB.tv; e acesso a músicas via Qriocity no PS3 e PC para os atuais assinantes; entre outros.

A Sony desligou o serviço depois de descobrir no dia 19/4 que seu data center em San Diego tinha sido vítima de um ataque de crackers (criminosos da Internet), que resultou no acesso a milhões de dados de usuários, como nomes, endereços de e-mail e senhas.

Entre as medidas de segurança adotadas, a empresa liberou uma atualização de software para o PS3 (v3.61), que exige que todos os usuários da PSN troquem suas senhas. O código de segurança só poderá ser alterado através de seu PS3 ou acessando o gerenciamento de conta em um browser em https://store.playstation.com/login.gvm.

Fonte: UOL