Procon lista 200 sites que devem ser evitados para compras online

Procon lista 200 sites que devem ser evitados para compras online

Sites foram denunciados à Fundação principalmente pela falta de entrega dos produtos comprados

A Fundação Procon-SP divulgou, nesta terça-feira (27/11), uma lista com 200 sites que devem ser evitados pelos consumidores na hora de fazer uma compra online. Segundo o Procon-SP, esses sites foram denunciados à Fundação principalmente pela falta de entrega dos produtos comprados, e pela ausência de respostas aos consumidores sobre os problemas.

Na listagem, que pode ser acessada no site do Procon-SP (clique aqui) , os consumidores podem verificar o domínio das lojas com reclamações junto à Fundação, além do CPF/CNPJ relacionado ao estabelecimento. Os usuários também podem se informar quanto a data de inclusão do site e se ele ainda está no ar.

Segundo Paulo Arthur Góes, diretor executivo do Procon-SP, em muitos casos, ?esses fornecedores virtuais não são localizados, inclusive no rastreamento feito no banco de dados de órgãos como Junta Comercial, Receita Federal e Registro BR, responsável pelo registro de domínios no Brasil?.

Ainda de acordo com Góes, com a impossibilidade de localizar os fornecedores, cria-se uma inviabilidade de se encontrar os responsáveis e resolver os problemas apresentados pelos consumidores. Ele destaca, ainda, que a grande quantidade de comércios eletrônicos com intenções duvidosas criados a cada dia é preocupante, pois, muitas vezes, mesmo depois de descobertos, continuam no ar lesando as pessoas.

O diretor afirma que os casos são denunciados ?ao Departamento de Polícia e Proteção a Pessoa (DPPC) e ao Comitê Gestor da Internet (CGI), que controla o registro de domínios no Brasil, mas, o mais importante é que o consumidor consulte essa lista, antes de fechar uma compra pela Internet, para evitar o prejuízo?.

Fonte: Tech Tudo