Profissionais contratados via rede social têm os salários maiores

Pesquisa nos EUA aponta que uma empresa que paga 50 dólares por hora é 86% mais propensa a utilizar o recrutamento nas mídias sociais

As redes sociais podem oferecer diversas oportunidades de carreira, mas suas chances de conquistar um novo emprego são melhores se você for um profissional bem-remunerado. A conclusão é de um estudo realizado pela Universidade Estadual da Carolina do Norte, nos Estados Unidos.

Os pesquisadores da universidade estudam o papel das redes sociais, como Facebook e LinkedIn, no "recrutamento informal", ou seja, quando alguém que não está à procura de trabalho é recrutado para um novo emprego.

Segundo a pesquisa, cerca de 27% dos postos de trabalho nos Estados Unidos são preenchidos por meio do recrutamento informal. Fato curioso levantado pelos pesquisadores é que a atividade quando exercida por meio das mídias sociais aumenta em 2% o pagamento para cada dólar por hora adicional trabalhada. Uma empresa que paga 50 dólares por hora, ou 100 mil dólares por ano, é 86% mais propensa a utilizar o recrutamento informal do que outra que paga 7,25 dólares por hora, ou 14,5 mil dólares ao ano.

Os números sugerem que o preenchimento de cargos bem-pagos é realizado a partir de ligações pessoais. Afirmação que Erik Sass, do blog MediaPost, discorda. ?Muitas indústrias são pequenas comunidades, onde seria impossível não encontrar um grupo de candidatos qualificados desconhecidos?, argumenta. ?Além disso, se os empregadores estivessem descontentes com os resultados do recrutamento informal, eles iriam parar de adotar essa estratégia?, finaliza.

Fonte: Uol-idgnow