Programa da Microsoft e Technion analisa notícias para prever o futuro

Entre outros problemas, o novo sistema pretende prevenir os males causados pela seca

Pesquisadores da Microsoft e do Technion, Instituto de Tecnologia de Israel‎, desenvolveram um software que busca prever o futuro com base em notícias de jornais. O programa espera ajudar os governos a se prepararem melhor com medidas proativas para enfrentar problemas antes de eles se tornarem incontroláveis.

A base principal do programa é um arquivo de 22 anos de notícias, com destaque a matérias publicadas pelo jornal New York Times. Em testes com casos de doenças e violência, o novo sistema apresentou de 70 a 90% de acertos em todas as suas previsões. Um desempenho bom o suficiente para fazer com que os cientistas acreditem no potencial deste sistema para atuar em casos reais.

O sistema providencia resultados claros quando testado com dados históricos. Por exemplo, notícias sobre a seca de 2006 na Angola fizeram com que o programa alertasse sobre o risco de um surto de cólera na região. Isso ocorre porque o sistema percebe que casos semelhantes da doença foram noticiados nos jornais após relatos de grandes secas.

Não são apenas notícias as fontes que ajudam a ?prever o futuro?. Entre as ferramentas que auxiliaram o programa está a DBpedia, uma espécie de comunidade colaborativa que coleta dados sociogeográficos do mundo todo. Com ela, o sistema tem acesso a informações cruciais como o nível de pobreza de uma região, sua localização no globo, o clima local, a qualidade da água e outras dezenas de fatores relevantes. Toda esta informação aumenta a capacidade deste sistema de fazer previsões.

A Microsoft ainda não tem planos de comercializar a pesquisa, mas o projeto continuará, aumentando gradativamente o número de fontes computadas visando uma precisão ainda maior nas futuras previsões.

Fonte: Tech Tudo