Projeto de impressora 3D chega mais perto da auto-replicação

Projeto de impressora 3D chega mais perto da auto-replicação

Impressora permite reproduzir suas próprias peças e ser replicada com a impressão 3D

A FABtotum é a nova aposta no mercado de impressoras 3D de baixo custo. Ela possui suporte a diversos processos de manufatura controlada por computador, permitindo que o usuário imprima, corte e escaneie objetos. O equipamento está disponível para financiamento no site Indiegogo e trás também um recurso inusitado: a própria impressora pode ser impressa em 3D.

A impressora usa a técnica FFF (fabricação de filamento fundido) e é capaz de imprimir com precisão de 0,47 microns. A área de impressão é de 210x240x240mm, enquanto o tamanho do equipamento é de 36 cm³. Ela pode operar em materias diferentes como madeira e alumínio. Um dos recursos da FABtotum é a impressão subtrativa sem comprometer a impressão em 3D ou a velocidade do processo.

Outra característica interessante da nova impressora é que muitas de suas partes podem ser construídas a partir da sua própria impressão. A exceção fica nos equipamentos eletrônicos como lasers e sensores. Uma das alternativas de financiamento fornece ao usuário um arquivo com as partes para impressão e um kit que ensina como transformar qualquer impressora 3D em uma FABtotum.~

A FABtotum é uma iniciativa italiana, hospedada na incubadora de empresas da Universidade de Politecnico, em Milano. Segundo os idealizadores, Marco Rizzuto e Giovanni Grieco, o objetivo do equipamento é ?estender os limites da fabricação pessoal?. Para isso, eles pretendem envolver os usuários no processo de design tanto quanto possível e pretendem permitir a comercialização de modificações de terceiros que expandem as capacidades da máquina. A documentação dela foi registrada em uma licença Creative Commons Attribution-Noncommercial-Sharealike 3.0. O próprio software foi feito com o código aberto.

Fonte: Tech Tudo