Próxima geração de Ultrabooks terá Full HD, bateria de 24h e 3D

Prevista para o ano que vem, nova leva de notebooks ultrafinos terá novo processador da Intel e sensores "inovadores"

Ultrabooks fizeram muito progresso no mercado como atraentes notebooks ultrafinos com Windows, porém os recursos que vimos até aqui podem ser apenas a ponta do iceberg. A terceira geração desses dispositivos deve chegar com ferramentas muito mais avançadas do que as atuais, incluindo telas de alta definição, novos tipos de sensores, displays 3D e muito mais.


Próxima geração de Ultrabooks terá resolução Full HD, bateria de 24h e 3D

Conforme informações do Digitimes, a Intel está pedindo para que seus fabricantes parceiros insiram as tecnologias mais recentes nos equipamentos. As fontes do site taiwanês listam não apenas telas sensíveis ao toque e drives de estado sólido (SSD), mas também displays de altíssima resolução e sensores inovadores.

Atualmente, a maioria dos notebooks oferece resoluções de tela de 1368x768 pixels. Ao fazer o upgrade para displays Full HD, como os Ultrabooks Zenbok Prime da Asus, a resolução é de 1920x1080 pixels, o que poderia tornar os laptops muito mais atraentes, especialmente depois que a Apple apresentou o MacBook Pro Retina, com a impressionante resolução de 2880x1800 pixels.

Além da melhoria na resolução, as telas também poderão ter suporte a 3D. Esse tipo de laptop ainda não decolou, principalmente devido ao custo elevado e ao fato de que o recurso parece apenas uma grande novidade, e acaba não reproduzindo o efeito muito bem. No entanto, como os Ultrabooks representam o que há de mais novo na tecnologia de laptops, faz sentido que o 3D apareça na categoria de produto.

Displays touchscreen já representam uma certeza bem maior, já que o Windows 8, que chega em outubro, possui a interface otimizada para esse tipo de tela e por causa de muitos outros indícios da Intel sobre esse assunto, já que alguns representantes da empresa já disseram que Ultrabooks com telas sensíveis ao toque devem aparecer ainda este ano.

A multinacional americana também deu a entender que os novos laptops trarão tecnologias adicionais como sensores e acelerômetros, aponta o Digitimes. Esses sensores podem ajudar a encontrar as informações mais relevantes próximos de você, melhorar seu gameplay, entre outros.

Apesar dos preços dos Ultrabooks terem caído para mais ou menos 600 dólares, esses recursos podem aumentar o custo dos laptops ultrafinos. Além disso, a terceira geração dos Ultrabooks é esperada para chegar apenas no segundo semestre de 2013, com a nova geração de processadores da Intel que, de acordo com a gigante, irá oferecer 10 dias de bateria útil em standby e a possibilidade de utilizar o laptop por até 24 horas com apenas uma carga.

Fonte: Uol-idgnow