Robô faxineiro que usa bateria  pede licença para limpar escritório

Robô faxineiro que usa bateria pede licença para limpar escritório

Segundo o TechCrunch, o faxineiro eletrônico é equipado com um sensor a laser.

Fazer limpeza e manter o escritório organizado não é algo muito agradável. Por isso, as japonesas Fuji Heavy Industries e da Sumitomo desenvolveram um robô especializado em faxina de ambientes de trabalho.

Segundo o TechCrunch, o faxineiro eletrônico é equipado com um sensor a laser, capaz de identificar a presença de objetos e pessoas. Ao se deparar com uma barreira, o robô pede licença: "Por favor, saia do meu caminho, eu estou limpando esta sala".

Tudo bem, não é uma das formas mais educadas de se pedir licença, mas pelo menos ele está tentando. Se em 15 segundos a barreira continuar ali, o autômato dá a volta e segue com a faxina. O robô é uma versão atualizada de um modelo bem simples lançado pelas duas companhias há 10 anos.

De acordo com o Technabob, o novo robô consegue circular perfeitamente em espaços repletos de móveis de escritórios, computadores, impressoras e pessoas sem fazer nenhum estrago. O robô, alimentado por uma bateria com autonomia de 2,5 horas, é capaz de percorrer 30 m em apenas um minuto.

Ele também é equipado com um aspirador de pó - na verdade, ele parece um aspirador de pó ambulante.

O faxineiro automático da FHI e da Sumitomo já está disponível no mercado, mas por enquanto somente no Japão. Um vídeo do robô-faxineiro em ação pode ser conferido pelo atalho http://bit.ly/sN33wQ.

Fonte: Terra