Veja como descartar aparelhos de televisão com defeito ou quebrados

Muitas pessoas nem percebem, mas, ao jogar um dispositivo eletrônico no “lixo comum”, está contribuindo para o crescimento de uma estatística ruim.

Comprar uma TV nova é sempre a maior alegria, certo? Mas você já sabe o que fazer com a antiga? Saiba como descartar um aparelho de TV defeituoso ou quebrado.


Saiba Como descartar TVs com defeito ou quebradas

Lixo eletrônico, ou e-lixo, é o nome dado aos equipamentos eletrônicos obsoletos ou quebrados que são jogados no lixo diariamente. Nesta lista, pode-se incluir, por exemplo, celulares, impressoras, câmeras fotográficas, computadores e televisores.

Muitas pessoas nem percebem, mas, ao jogar um dispositivo eletrônico no ?lixo comum?, está contribuindo para o crescimento de uma estatística desanimadora. No mundo, aproximadamente 40 milhões de toneladas de lixo eletrônico são gerados por ano. O Brasil é o país emergente que mais gera e-lixo no mundo.

O maior problema relacionado ao descarte inadequado do e-lixo se refere ao dano ambiental que eles podem provocar. Uma vez que tais dispositivos são fabricados com elementos altamente poluentes, como Chumbo, Cádmio, Mercúrio e Berílio, recomenda-se que esses produtos sejam descartados em locais apropriados, que saibam dar o devido fim aos componentes eletrônicos. Neste sentido, existem alguns pontos de coleta de lixo eletrônico espalhados pelo Brasil, desde empresas específicas até cooperativas de reciclagem.

Uma boa dica é procurar serviços desse tipo em sua cidade antes de simplesmente jogar o aparelho de TV no ?meio da rua? e esperar a coleta de lixo municipal passar. Em pesquisa na internet, é possível encontrar diversos sites que oferecem o serviço de coleta de lixo eletrônico, seja ele gratuito ou pago.

Dentre alguns serviços gratuitos, pode-se citar: urbam.com.br (São José dos Campos), coletalixoeletrônico.com.br (Grande São Paulo), Ecobraz (diversas regiões) e projetomeubrasil.com.br (diversas regiões). Caso o cliente queira mais conforto, existem também os serviços de coleta de lixo eletrônico pagos. O valores variam de acordo com a quantidade e o tamanho dos objetos a serem coletados. Para se ter uma ideia, o descarte de uma TV de até 40 polegadas pode custar em torno de R$ 60.

Algumas fabricantes disponibilizam o serviço de coleta de lixo eletrônico ou indicam pontos de coleta cadastrados. Assim, pode ser uma boa ideia ligar para o SAC da empresa e verificar se este serviço está disponível. É importante salientar que essas dicas valem também para outros dispositivos eletrônicos.

Atitudes como essas podem evitar muitos problemas, como doenças em pessoas devido ao contato com material tóxico e contaminação do solo e da água (lençol freático) na região em que o aparelho eletrônico é depositado. Faça a sua parte!

Fonte: tech tudo