Biografia revela por que Jobs usava sempre a mesma roupa

Biografia revela por que Jobs usava sempre a mesma roupa

A explicação está na biografia oficial de Steve Jobs, do escritor Walter Isaacson

Um dos grandes mistérios do mundo da tecnologia acaba de ser revelado. E olha que ele corria o risco de permanecer indecifrável depois que, seu protagonista, Steve Jobs, morreu na semana passada: por que o fundador da Apple vestia sempre a mesma roupa. A explicação está na biografia oficial de Steve Jobs, do escritor Walter Isaacson, que deve ser lançada nas próximas semanas.

O ?guarda-roupas da Mônica? de Jobs (termo usado por Ivan Finotti, da Folhateen, pelos idos de 2007), com suas camisetas chamadas de ?turtlenecks?, tem a ver com um costume das fábricas japonesas. Em uma visita ao Japão no começo dos anos 80, Jobs quis saber o porquê dos trabalhadores de lá usarem uniformes. O motivo, explicou o presidente da Sony, Akio Morita, tinha origem no Japão pós-guerra, quando os operários simplesmente não tinham roupas para vestir. As fábricas davam os uniformes para que eles tivessem o que usar para trabalhar todos os dias.

Ao longo dos anos, cada empresa criou estilos próprios de uniforme, que funcionavam como uma ?marca registrada? e eram uma forma delas desenvolverem um laço especial com os trabalhadores. ?Decidi que eu queria aquele tipo de ligação para a Apple?, contou Jobs a Isaacson. O fundador da Apple pediu ao designer Issey Miyake que criasse uniformes para a empresa, mas a ideia não agradou ao pessoal da Apple e foi abortada. Mas como Jobs continuou amigo de Miyake, surgiu a ideia de que ele tivesse um uniforme para si mesmo: seria tanto pela conveniência (se você é mulher, não vai entender MESMO o porquê disso) como para criar uma ?marca pessoal? (e deu certo). Jobs pediu ao designer algumas camisetas turtlenecks (cores variadas, mas parece que a cor preta ficou como predileta) e acabou recebendo algumas centenas delas. Surpreso com a explicação?

Fonte: Gigablog