Site cria lista colaborativa e não oficial só de hashtags banidas no Instagram

Hashtags associadas a disturbios alimentares ou obcenas são proibidas

O site estrangeiro "The Data Pack" criou uma lista com as hashtags proibidas pelo Instagram, famosa rede social de fotos. Utilizando a API (Interface de Programação de Aplicativos, em português) do software e uma série de termos populares, a página conseguiu uma relação com as hashtags que usuários não podem usar ao publicar uma foto ou fazer uma pesquisa.


Site cria lista colaborativa e não oficial de hashtags banidas no Instagram

A curiosidade fica por conta de termos populares e inofensivos que a rede social não autoriza, como por exemplo, #photography (fotografia, em português), #iphone, e o próprio nome do serviço, #instagram. De acordo com o cofundador do Instagram, Mike Krieger, estas palavras não são permitidas porque apareciam em muitas imagens e pouco acrescentavam a respeito.

?Paramos de prover feeds para algumas tags que eram muito genéricas e não agregavam valor suficiente ao usuário final?, explicou Krieger em um post no blog da rede social.

Outros termos como #proanorexia e #thinspiration (inspiração magra) estão banidos, para não incentivar a promoção da anorexia ou da cultura da extrema magreza no Instagram.

Hashtags como #license (licença) e #passport (passaporte) também não são autorizadas para evitar o roubo de informações pessoais e de documentos de usuários que insistem em publicar conteúdo sensível como carteiras de identificação na rede social de fotos.

As demais palavras não permitidas são palavrões, palavras obscenas ou de cunho sexual e ofensivas. A lista divulgada conta ainda com termos bastante populares, como #hardcore, #instagirl, #ilovemyinstagram (eu amo meu instagram) e #fuckyouhitler (vai se "ferrar", Hitler).

Em português, no entanto, todas estas palavras podem ser utilizadas, com exceção dos palavrões. O "The Data Pack" pede ainda a colaboração dos usuários do Instagram para aumentar a lista, caso identifiquem novas hashtags proibidas em inglês e em outras línguas.

Fonte: Tech Tudo