"Tatuagem eletrônica" é atração em fórum de tecnologia em Paris

É um dispositivo em miniatura que, colado à pele, colhe dados como batimentos cardíacos.

Uma nova geração de aplicativos para acelerar diagnósticos e melhorar o monitoramento de pacientes foi o carro-chefe do NetExplo, um dos principais fóruns de inovação tecnológica do mundo, encerrado sexta-feira em Paris.

A "tatuagem eletrônica" levou o principal prêmio. É um dispositivo em miniatura que, colado à pele, colhe dados como batimentos cardíacos e os transmite, em tempo real via rádio, para uma equipe médica à distância.

O dispositivo, que é flexível para se adaptar à pele, foi desenvolvido pela chinesa Nanshu Lu (Universidade do Texas, em Austin) e é flexível para se adaptar à pele.

Sua vantagem imediata é permitir ao paciente levar uma vida normal sem ter de estar permanentemente conectado à parafernália de monitoramento de hospitais.

O fórum NetExplo seleciona todos os anos mais de cem projetos de inovação digital produzido por empresas start-ups de todo o mundo. "São soluções baratas e implementáveis que foram finalizadas nos últimos doze meses e que já estão prontas para serem usadas", disse Thierry Happe, fundador do fórum.

O evento é um laboratório que antecipa tendências. Foi o primeiro a apresentar o Twitter e o Siri (comando de voz para iPhone).

A participação do Brasil ainda é modesta no evento. Nos últimos anos, o país esteve representado por projetos como o do Censo de 2010, premiado devido à abrangência do levantamento, e um aplicativo para ajudar pessoas a controlar o peso.

Fonte: Folha