Tela do novo iPad impressiona pelas cores e vale a compra

Tela do novo iPad impressiona pelas cores e vale a compra

Com altíssima resolução, Tela Retina apresentou resultados sensacionais e é altamente recomendada.

Muitos reviews sobre o novo iPad descrevem o produto como uma atualização evolucionária ? inclusive o publicado pela Macworld. Nessas reportagens, é dito que a Apple melhora principalmente o que já era bom no modelo anterior, ao oferecer tela e câmera melhores, suporte para redes mais rápidas, e desempenho mais ágil. Muitos desses artigos chegam a conclusão de que se você tem um iPad 2 em funcionamento, e ele está te servindo bem, não há razão para fazer o upgrade ? você pode esperar até a chegada do próximo ?novo iPad?. Tendo usado o modelo mais recente do tablet da Apple, estou aqui para dizer que, dependendo do uso que você faz do aparelho, essas recomendações podem estar erradas.

Mais especificamente, se você passa uma quantidade significativa de tempo lendo no seu iPad, ache uma maneira de fazer a atualização para o novo modelo.

Não me lembro de fazer uma recomendação com tanta certeza sobre uma nova versão de um produto da Apple, mas também, com execeção do primeiro iBook com Wi-Fi, não me lembro de ficar tão impressionado por um recurso importante de um aparelho.

Na verdade, eu não esperava ficar assim tão impressionado. Antes de receber o novo iPad em 16 de março, muito do que ouvi de quem já tinha colocado as mãos no aparelho era que a Tela Retina era tudo que a Apple dizia ser. Mas já havia passado pelo salto do iPhone 3GS para o iPhone 4 e sua Tela Retina. Por isos, achei que já soubesse o quanto de melhoria que veria. Estava errado. Quando vi a nova tela pela primeira, fiquei impressionado, e após minha primeira sessão de uso do tablet, estava oficialmente ?convertido?.

A nova tela é simplesmente fenomenal. Esperava que ela fosse boa, mas ela é realmente boa. Realmente, boa de verdade. O texto em uma tela nunca pareceu tão claro ou...correto. Claro, o iPhone 4 e o 4S possuem uma maior densidade de pixels, mas a distância que a maioria das pessoas usa um iPad, você quase não nota diferença. O mais importante de tudo é que a tela do iPhone tem apenas 3,5 polegadas, enquanto que a tela do iPad tem 9,7 polegadas. Usar uma Tela Retina com quase o tamanho de uma folha de papel é uma revelação. Eu ainda me pego abrindo apps focados em texto, ou dando zoom in e out em arquivos, apenas por ficar maravilhado com isso.

Até meus amigos e familiares que ligam especialmente ? ou, às vezes, nem percebem ? para a diferença entre HDTV e SD (definição normalmente) notaram imediatamente as melhorias da tela e também ficaram impressionados.

Agora, algumas pessoas podem dizer que uma tela melhor não é razão suficiente para fazer o upgrade para o novo iPad. Mas, como o especialista Jeff Atwood disse, ?os tablets são basicamente por definição uma tela; nada é mais fundamental para a experiência do tablet do que a qualidade da tela?.

Ele está exatamente certo, e, realmente, a nova tela é muito boa. Os especialistas no assunto da DisplayMate testaram a tela do novo iPad e chegaram a essa conclusão:

Nossos testes de laboratório e visuais concordam a alegação da Apple de que o novo iPad possui a melhor tela já vista em um aparelho móvel...a qualidade da imagen, a precisão da cor, e os tons de cinza do novo iPad não são apenas muito melhores do que qualquer outro tablet ou smartphone, eles também também são muito superiores a maioria das HDTVs, do laptops, e monitores...com alguns pequenos ajustes o novo iPad poderia ser qualificado como um monitor de referência de estúdio.?

Mas apesar de uma tela melhor obviamente significar que coisas como fotos e games fiquem com uma visualização notavelmente melhor, penso que o texto é onde você nota as maiores diferenças ? a todo momento.

Meus colegas Jason Snell e Lex Friedman chegaram a conclusões parecidas. Jason escreveu, ?Uma vez que você usa essa Tela Retina, é difícil voltar para qualquer outra coisa.? E Friedman notou que, ?Se você se vê lendo no seu novo iPad, pode muito bem se beneficiar da compra de um novo iPad e sua Tela Retina.? Eu vou um pouco além: O novo iPad é o melhor aparelho em que já li.

Texto e leitura são especialmente importantes para mim, uma vez que passo várias horas do dia lendo no meu iPad. Verifico e-mails e Twitter pela manhã; leio os feeds RSS no almoço; e passo de duas a três por noite lendo feeds, artigos salvos no Instapaper, Twitter, e ebooks. E sempre que usei o novo iPad para realizar essa leitura, fiquei impressionado com a clareza e a precisão do texto. Ler é simplesmente mais fácil e agradável quando a fonte é melhor, e no novo iPad, ela é inegavelmente melhor (desde que, é claro, os seus de leitura favoritos tenham sido atualizados com suporte para a Tela Retina).

O novo iPad até me fez deixar de lado meu e-reader Kindle. Sou fã do Kindle há muito tempo, porque sempre achei que o aparelho da Amazon trazia uma experiência melhor para leitura do que as telas backlit do iPhone ou do iPad. Mas o texto fica tão incrível no novo iPad que nas últimas duas semanas, em todas as situações em que teria deixado o iPad de lado pelo Kindle, continuei com o tablet da Apple em mãos. Isso pode mudar um pouco em viagens, já que gosto da simplicidade e da leveza do Kindle, mas não será mais porque prefiro a tela do aparelho da Amazon para ler textos.

Há também outro benefício da nova tela sobre o qual você não deve ter ouvido falar: ela é mais brilhante, em seu nível de maior brilho, do que a tela do iPad 2. Mas mais importante ainda para quem lê durante a noite é que a tela do iPad de terceira geração também é mais escura em sua configuração mais ofuscada. Normalmente uso meu iPad durante a noite. A tela do iPad 2, por melhor que seja, nunca conseguia ficar escura o bastante para me permitir uma leitura confortável sob a luz baixa ou no escuro, mesmo que invertesse a tela. O novo iPad resolve esse problema.

Fonte: Uol-idgnow