Twitter restaura o acesso a aplicativos após uma semana

Twitter restaura o acesso a aplicativos após uma semana

Aplicativos foram banidos após por violar direitos de uso da interface de programação de aplicativos

O Twitter voltou a permitir hoje que os aplicativos UberSocial da Uber Media, empresa que adquiriu o TweetDeck recentemente, e o Twidroyd utilizassem a interface de programação de aplicativos do microblog. Os aplicativos permitem acessar o Twitter por meio de smartphones BlackBerry e com sistema operacional Android.

Segundo o jornal The Guardian, o Twitter reestabeleceu o acesso após reavaliar os aplicativos. "Nossas primeiras análises indicaram que alguns passos foram dados para solucionar as violações cometidas por esses aplicativos", disse o Twitter em comunicado.

Há uma semana, o Twitter baniu esses aplicativos ao alegar que seus desenvolvedores infringiram a política de uso da API ao deixar de proteger a privacidade de mensagens diretas (DMs) dos usuários com textos maiores do que 140 caracteres, infringir a marca registrada da rede social, além de modificar mensagens com o intuito de ganhar dinheiro.

Apesar de ajustar os aplicativos, Bill Gross, fundador do UberTwitter, disse ao jornal que "foi pego de surpresa pelo banimento". Ele diz que os aplicativos já funcionavam desta forma há muito tempo e o Twitter nunca apontou problemas. O Twitter, por outro lado, afirma que conversava com os desenvolvedores do UberTwitter sobre violações de privacidade desde abril de 2010.

A UberMedia, empresa que desenvolve o UberTwitter e agora detém o TweetDeck, é responsável pelo tráfego de 20% das mensagens enviadas por meio do Twitter todos os dias, segundo a consultoria Seesmic. De acordo com o The Guardian, o Twitter baniu os aplicativos ao mesmo tempo em que passou a promover seus aplicativos oficiais.

Fonte: IG