Um em cada 6 celulares vendidos no Brasil é multichip, diz pesquisa

Os modelos multichip fazem sucesso entre os clientes que querem economizar a taxa de interconexão, cobrada pelas operadoras


Um em cada 6 celulares vendidos no Brasil é multichip

Os celulares multichip, que permitem o uso de mais de um chip por aparelho, somaram 17% dos telefones móveis vendidos em 2011, segundo a GfK, sendo que em 2010 eles representaram 2,3% do total. De acordo com informações da Folha de S. Paulo, dados da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica apontam para 57 milhões de aparelhos vendidos no ano passado. Os modelos multichip fazem sucesso entre os clientes que querem economizar a taxa de interconexão, cobrada pelas operadoras. Quando o usuário liga da operadora A para a B, a segunda cobra uma taxa da primeira, e o valor é repassado ao cliente. Ligar para números da mesma operadora é mais barato, e por isso os usuários estariam optando por ter mais de um chip.

A entrada no Brasil de aparelhos importados ilegalmente e que permitiam usar dois chips ao mesmo tempo em um único aparelho teria feito as grandes fabricantes perceberem um nicho de mercado a ser explorado. O número de modelos multichip disponíveis no Brasil subiu de 21 para 94 entre dezembro de 2010 e de 2011, segundo a Folha de S. Paulo. Os aparelhos representaram 26,7% das vendas do natal (contra 4,6% no ano anterior), e na comparação entre 2010 e 2009, a alta foi de 780%. Segundo a LG, 20% dos celulares vendidos pela companhia têm entrada para dois chips - no início do mês, um modelo para três chegou ao Brasil. As vendas dos cartões SIM acompanharam o crescimento: em 2006, apenas 7% dos números móveis eram vendidos avulsos (sem compra de aparelho), percentual que subiu para 15% em 2011. A base de celulares no país hoje tem cerca de 80% de clientes pré-pagos.

Fonte: Terra