Usuários da internet consideram recomendações em redes sociais

No entanto, é preciso uma análise cuidadosa, principalmente das avaliações positivas, pois até 15% delas podem ser falsas, segundo pesquisa

Mesmo com a liberdade para comentar e reclamar na internet, as interações entre consumidores e prestadores de serviço por muito tempo se restringiram ao apelo particular, por telefone ou carta, e nem sempre era atendido. Foi com a chegada das redes sociais que a voz de clientes, satisfeitos ou não, passou a ganhar força. Afinal, o boca a boca de pequenos grupos nesses espaços pode rapidamente se espalhar, conquistando adeptos e chegando a grandes proporções.

A prova de que a importância das avaliações na internet é cada vez maior pôde ser medida pelo último estudo da Nielsen, feito com cerca de 28 mil internautas em 56 países (inclusive o Brasil). A pesquisa mostrou que 70% dos entrevistados consideram as análises de outros usuários a forma mais confiável de conhecer um produto ? número 15% maior do que há cinco anos, segundo o instituto. Os comentários da rede só perdem para conselhos dados por pessoas próximas ? que também marcam presença on-line ?, considerados fontes seguras por 90% dos pesquisados.

Fonte: Correio Web