Usuários do Facebook são cerca de 32% mais suscetíveis ao divórcio

A pesquisa descobriu que um aumento de 20% nos usuários do Facebook pode estar ligado ao crescimento de 2,18% na taxa de divórcio.

Um estudo da Universidade de Boston, nos Estados Unidos, constatou que as pessoas que usam redes sociais têm 32% a mais de chances de deixarem seus maridos ou esposas do que as pessoas que não utilizam as ferramentas. Segundo reportou o Daily Mail, a universidade também concluiu que o Facebook é um grande indicador de problemas no relacionamento e divórcios.

A pesquisa descobriu que um aumento de 20% nos usuários do Facebook pode estar ligado ao crescimento de 2,18% na taxa de divórcio. Mesmo quando os autores da pesquisa consideraram variáveis como status de emprego, idade e raça, a correlação se manteve constante.

Liderado pelo professor James E. Katz, o estudo comparou a taxa de divórcio de pessoas casadas em 43 estados dos Estados Unidos entre 2008 e 2010. Para estabelecer a penetração do Facebook, o professor dividiu o número de contas do Facebook pela população de cada estado.

Katz e os coautores da pesquisa também reuniram dados coletados em 2011 pela Universidade do Texas, que perguntou a 1.160 pessoas casadas com idade entre 18 e 39 anos o quão felizes elas estavam em seus relacionamentos. Os resultados mostraram que as pessoas que não usavam nenhuma rede social reportaram estar 11,4% mais felizes do que os ?heavy users? das redes.

Fonte: Terra