Vapores tóxicos são detectados na sede do Google nos EUA

Sede global do Google fica em Mountain View, na Califórnia


Vapores tóxicos são detectados na sede do Google nos EUA
Vapores tóxicos foram detectados em dois prédios da sede do Google em Mountain View, na Califórnia. Níveis acima do tolerável de vapores de tricloroetileno (TCE), um solvente industrial usado principalmente para o desengorduramento de peças metálicas, foram encontrados na sede da companhia. A Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA, na sigla em inglês) afirmou que a situação está sob controle. As informações são da rede de TV CBS São Francisco.

Os edifícios do Google estão localizados onde no passado funcionavam fábricas de chips, como Fairchild Semiconductor, Intel, Raytheon e outras fabricantes. Segundo a CBS, essas empresas desepejaram milhares de litros de solvente tóxico no solo entre as décadas de 70 e 80, o que resultou na contaminação da água.

Ao se mudar para o local, o Google instalou diversos filtros e realizou testes de qualidade do ar. Porém, as últimas leituras mostram um nível elevado de TCE, acima de 8 microgramas por metro cúbico. O número tolerável é de até 5 microgramas por metro cúbico. Os funcionários foram expostos por vários meses aos vapores, mas segundo a EPA, o TCE só causa problemas após décadas de exposição.

Em um comunicado, o Google afirmou que "a saúde e a segurança de nossos empregados é a prioridade número um do Google, e nós tomamos várias medidas pró-ativas para garantir o ar mais saudável nos ambientes internos possível".

Fonte: Terra, www.terra.com.br